Shiva: significado e características de um dos principais deuses hindus

Shiva é um dos deuses mais importantes do hinduísmo e o seu nome, em sânscrito, tem como significado “O Auspicioso”, aquele que gera esperança, de bom agouro, benevolente. Shiva também é conhecido pelos nomes Shambu, que significa benigno, Shankara, que significa beneficente e Mahadeva, o grande Deus.

Segundo a doutrina hindu, o deus Shiva é parte de uma trindade de deuses chamada Trimûrti, na qual ele representa a destruição e regeneração dos corpos celestes. Junto a Shiva, estão na trindade o deus Brahma, deus da criação de tudo e Vishnu, deus da preservação dos seres.

A doutrina hindu também associa a figura do deus Shiva à criação, à fertilidade e ao tempo. Embora seja o deus da destruição, Shiva não é visto de forma negativa. Segundo o hinduísmo, somente após a destruição pode acontecer a transformação e, portanto, esse é um processo necessário para a evolução.

Shiva: o criador do Yoga

O deus Shiva também é considerado o criador do Yoga e deus de todos os yogis, nome dado aos praticantes dessa atividade. Segundo a doutrina hindu, Shiva foi o primeiro yogi do mundo e foi ele quem revelou os segredos dessa prática.

Por seu poder de gerar esperança e promover transformações físicas e emocionais, Shiva é uma figura poderosa para os praticantes de Yoga de todo o mundo.

Além de ser um mestre de yoga, segundo o hinduísmo, o deus Shiva também é o senhor das danças. As danças de Shiva têm propósitos variados e representam os elementos de sua natureza, como a esperança, a bondade, a criação e a destruição.

A imagem do deus Shiva

Shiva é representado através da imagem de um homem sentado em posição de lótus, ou seja, com as pernas cruzadas uma em cima da outra. Shiva tem quatro braços, dois ficam repousados sobre as pernas e os outros dois tem simbolismo próprio: a mão direita representa uma benção oferecida pelo deus e a mão esquerda carrega um tridente que simboliza uma arma contra a ignorância humana.

O terceiro olho de Shiva fica localizado no meio de sua testa e, assim como seu tridente, também representa o poder do deus para a destruição da ignorância.

Na cabeça da imagem que representa Shiva, há um fio d’água que retrata o rio Ganges, o principal rio que corta a Índia. Segundo a lenda, Shiva permitiu que o rio batesse em sua testa e, com esse ato, protegeu a Terra da destruição que a violência e a força do rio causariam.