Jet lag: o que é, significado, definição e como evitar

Quem embarca em voos internacionais com frequência certamente já está acostumado com o efeito do fuso-horário no corpo, mais conhecido como Jet Lag. O termo provém da língua inglesa e não há uma tradução correspondente, o Jet Lag pode ser considerado como um distúrbio do sono, uma descompensação no corpo devido a troca rápida de fuso-horário.

No cotidiano, nosso corpo se acostuma com os horários para acordar, fazer as refeições e dormir. Na troca de fuso-horário, há uma certa confusão, por isso que estes sintomas aparecem. Não raramente, o indivíduo pode sentir fadiga, prisão de ventre, náuseas, enjoos, constipações, dificuldade de concentração, apetite irregular e etc.

Jet Lag pode ser considerado ainda como sinônimo de insônia. O termo é a união de duas palavras na língua inglesa – “Jet” que significa jato ou aeronave e “Lag” que significa atraso – como visto anteriormente, ainda não há um termo correspondente em português e por isso, se diz “Jet Lag” mesmo.

Dicas para evitar o Jet Lag

Jet Lag: a maneira como a natureza castiga os viajantes de negócios

(“Jet Lag: a maneira como a natureza castiga os viajantes de negócios”)

Existem diversas recomendações para amenizar os efeitos do Jet Lag, é claro que nem sempre é possível seguir todas elas. Veja algumas delas:

  1. Ao efetuar a reserva do vôo, marcar o desembarque para o período da manhã, se possível
  2. Tenha uma boa noite de sono antes de embarcar no avião
  3. Evite o uso de medicamentos no avião, como calmantes
  4. Evite ingerir bebidas alcóolicas
  5. Levante-se e se exercite durante o vôo
  6. Ao chegar no destino, faça um exercício leve, como uma caminhada
  7. Faça a sua alimentação de acordo com o horário local