DNS: o que é, significado, conceito e definição

DNS (Domain Name System) nada mais é que o Sistema de Nomes de Domínio, que tem como objetivo descodificar os nomes de domínios dos sites e endereços que as pessoas digitam em navegadores em números de IP. O servidor DNS é responsável por traduzir os endereços de IP em domínios e vice-versa, permitindo a conexão bem sucedida entre clientes e servidores.

Além desta função básica, os servidores DNS podem armazenar uma grande variedade de tipos de informações.

Devido ao tamanho da internet, os servidores DNS foram distribuídos de forma hierárquica, divididos entre servidores-raiz, servidores de domínio de topo e servidores com autoridade.

São 13 os servidores-raiz (root level domains), sendo eles uma parte crucial do funcionamento da internet.

Os servidores de domínio de topo (top-level-domains) são divididos por terminações gerais como “.com”, “.org”, “.net” ou por terminações orientadas a países, como “.br”, “.jp”, “.fr” e assim por diante.

Quando se cria um domínio para um novo site, é necessário identificar os servidores de DNS primário e secundário para a resolução do endereço através do IP cadastrado. Só assim um site pode funcionar corretamente.