Recalque: o que é, significado, conceito e definição

O que é Recalque?

Recalcar significa pisar sobre algo por diversas vezes. A palavra recalque é formada pelo prefixo “re” e “calcare” (pisotear, pisar). Recalcar também pode ser descrito como o ato de concentrar, reprimir instintos e desejos.

Recalque entrou de vez na cultura popular brasileira através da música Beijinho no Ombro, composta pela cantora Valesca Poposuda. Neste contexto, uma pessoa com recalque ou recalcada é aquela que possui inveja ou fala mal dos outros. Uma pessoa recalcada também pode ser descrita como isolada, com baixa auto estima e tímida. O recalque não pode ser considerado uma doença, pois se manifesta em todas as pessoas em maior ou menor grau.

Na psicologia, o recalque é descrito como uma repressão, ou seja, uma defesa inconsciente e automática para quem tem dificuldade em lidar com ideias que são afrontosas ou perigosas.

Recalque segundo a psicanálise

A repressão (recalque) é um conceito da psicanálise desenvolvida por Freud, que descreve o mecanismo criado por determinadas pessoas para se defender de ideias não compatíveis com suas crenças. Existem dois tipos de recalque: o primário, quando a repressão inconsciente é formada e o secundário, quando há uma rejeição as representações inconscientes.

Recalque diferencial

O recalque diferencial é um termo utilizado na engenharia civil que descreve a diferença entre dois elementos participantes de uma mesma fundação. O recalque diferencial, por exemplo, pode ocorrer em construções sobre camadas de argila, causando fissuras nas estruturas.

A famosa Torre de Pisa, na Itália, é uma construção com recalque diferencial, mantida atualmente “de pé” em razão de intervenções contínuas da engenharia.