Neoliberalismo: o que é, significado, conceito e definição

O que é Neoliberalismo?

Neoliberalismo é um conjunto de conceitos econômicos e políticos de ordem capitalista que defende a não participação do estado na economia. Por consequências, os que seguem o neoliberalismo, ou seja, os neoliberalistas acreditam que é preciso haver total liberdade de comércio – o que também é denominado livre mercado. Para eles, essa medida garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país.

O termo e sua prática foram difundidos nos anos 1970, por meio principalmente do economista Milton Friedman. Ele enxergou o neoliberalismo como uma solução para a crise que assolou, em 1973, a economia mundial, que teve origem do grande crescimento do preço do petróleo.

Isso é o que significa atualmente a palavra neoliberalismo. No entanto, ela também já foi usada em outro momento da história com um significado diferente. Na primeira metade do século XX, foi uma doutrina proposta por economistas alemães, franceses e norte-americanos. Na época era a versão atualizada do liberalismo clássico devido às exigências de um Estado regulador e assistencialista.

Já na história mais recente, além de reduzir e intervenção do Estado da vida política dos cidadãos, o chamado Estado mínimo, o neoliberalismo tem outros princípios. Alguns deles são privatizar empresas estatais, ter ênfase na globalização, promover a abertura para as multinacionais, ter leis e regras econômicas simples para facilitar a atividade econômica, impostos e tributos menos excessivos e aumento da produção para fortalecer o desenvolvimento econômico.

Entre os principais teóricos do neoliberalismo está Friedrich Hayek, da Escola Austríaca; Leopold von Wiese; Ludwig von Mises; e Milton Friedman, da Escola Monetarista e da Escola de Chicago.