Ledo Engano: significado, definição, origem e exemplos

Ledo engano é uma expressão usada na língua portuguesa para referir-se a um erro cometido de forma não intencional, ou seja, um erro cometido em boa-fé.

Usualmente, um ledo engano é cometido por uma pessoa desavisada, que não percebe a confusão que comete. Os motivos que levam essa pessoa a errar são, normalmente, falta de informação, distração ou ingenuidade.

Origem da expressão Ledo Engano

A palavra “ledo” é originada do latim e tem como significado “alegre, feliz, risonho”. Ao combiná-la à palavra “engano”, podemos concluir que um ledo engano é um “engano alegre”.

Uma curiosidade interessante é que o primeiro registro do uso dessa expressão em um documento escrito foi em Os Lusíadas, obra escrita por Luís Vaz de Camões e publicada no ano de 1572.

Em Os Lusíadas, o trecho em questão é:

“Naquele engano da alma, ledo e cego,

Que a fortuna não deixa durar muito,  (…)”

Definição de Ledo Engano

Segundo o dicionário, a expressão ledo engano tem como definição “aquele que é gerado sem malícia ou intenção de dolo; uma ilusão provocada em boa-fé”.

Ou seja, um equívoco bobo e inocente, que foi gerado por ingenuidade, distração ou desinformação.

Exemplos

Confira alguns exemplos de utilização da sentença “ledo engano”:

  • A garota cometeu um ledo engano ao pensar que todos haviam se esquecido de seu aniversário. Logo quando chegou em casa, seus amigos e familiares estavam reunidos para uma festa surpresa.
  • A equipe de meteorologia cometeu um ledo engano ao anunciar chuva para o dia de hoje, não caiu um pingo de água do céu!
  • O jornalista brasileiro pensou que eu era estrangeira, ledo engano! Respondi, em português, à pergunta que ele me fez.

Sinônimos

Alguns sinônimos de ledo engano são: equívoco feliz, descuido alegre, engano divertido.

Em inglês, o equivalente da expressão ledo engano é “honest mistake”, que tem como tradução literal “erro honesto”.