Pudor: o que é, significado, conceito e definição

O que é Pudor?

A palavra pudor vem do grego aidos, uma vez que na Grécia e Roma antigas, o pudor, também chamado na época de modéstia, era adorado como uma deusa, Aedos ou Aidôs. Para tanto, havia um altar em Atenas e dois santuários em Roma. Hoje em dia, o termo se refere à disposição em proteger a intimidade do indivíduo, a fim de evitar situações comprometedoras e mesmo invasão de privacidade.

No Brasil, quem não aplicar o pudor em determinados momentos da vida, inclusive, em ambientes públicos, pode ser punido como criminoso. É o caso do direito penal brasileiro que entende como violação do pudor público a exposição ou distribuição de um objeto obsceno.

No entanto, a definição do que é obsceno é bastante subjetiva, o que pode causar situações conflitantes, inclusive entre grupos de pensamentos diferentes. Um exemplo é a nudez em público, enquanto ela foi reconhecida perante a lei nos Estados Unidos desde que tenha como objetivo os protestos, na Escandinávia, a população e o governo não percebem como obscenos deixar a mostra as genitais e os mamilos.

Já em Barcelona a nudez pública era legalizada até 2011. O pudor também é a característica de um indivíduo que avalia como obsceno a nudez ou outras manifestações, em geral, relacionadas ao sexo. Por isso, a palavra é usada quando há barreira em tratar de assuntos relacionados ao sexo, o que pode até ser considerado um fator de risco na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Quando existe pudor, ele pode ainda inibir a produção artística, como na literatura e a fotografia. Também pode causar um obstáculo nas relações médico-paciente dentro da prática clínica.