Baba ovo: o que é e qual o significado da gíria?

Quem nunca viu um baba ovo por perto? Baba ovo é uma gíria brasileira, sinônimo de outra gíria, o “puxa-saco”. Ela é utilizada para designar alguém que procura sempre agradar outra pessoa de forma servil, por interesse próprio, geralmente fazendo bajulações. Um dos objetivos é conseguir vantagens, benefícios ou apenas se manter bem em uma determinada posição do relacionamento em questão. O baba ovo pode ser considerado um bajulador.

Encontramos “baba ovos” em diferentes situações da vida, na escola, na faculdade em associações ou determinados grupos e principalmente na vida profissional.

Baba ovo no trabalho

No trabalho, o baba ovo é aquele que faz de tudo para agradar seu superior, chefe e até mesmo com os seus colegas de equipe ou de outros times. Ele pode agir de forma deliberada – diferentemente de outras situações – diante dos seus superiores, tudo para ser elogiado e bem visto. Quando as pessoas ao redor percebem este comportamento, logo percebem que determinada pessoa é um “baba ovo” ou “puxa-saco”. Essa pessoa pode almejar ainda a promoção, ou seja, subir de cargo, ser transferido para outro setor ou ser elogiado na frente de seus colegas.

Baba ovo no ambiente estudantil

No ambiente escolar ou nas universidades, um “baba ovo” procura ser recompensado por seus professores ou orientadores, recebendo algum benefício no momento das avaliações.

Baba ovo na política

Na política, é comum reconhecer pessoas que bajulam determinados políticos e membros de partidos. Alguns almejam notoriedade e outros querem apenas cargos e benefícios, geralmente em prol de si mesmos.

Baba ovo memes

Alguns memes zombam com determinados personagens que “puxam o saco” alguém. Como é o caso da imagem abaixo, onde o apresentador e comentarista esportivo Galvão Bueno, supostamente teria uma atitude de bajulação em relação ao jogador e atleta Neymar Jr:

Já este, afirma que nunca vale a pena discutir com o baba ovo de um político ou partido. Situação comum nos tempos atuais, onde cada um defende a sua ideologia: