De vento em popa: o que significa essa expressão popular?

Muito usada nos meios mais populares, a expressão “De vento em popa” foi criada para dar a ideia de que as coisas vão muito bem, que tudo está tranquilo, correndo como o imaginado ou que a pessoa está tendo sucesso em algo que desejava fazer.

Mas o que quer dizer “popa”, exatamente? O termo “popa” se dá ao nome da parte de trás dos barcos, navios e embarcações em geral. Então, quando a analogia é usada, ela quer dizer que – assim como para os navegantes – o vento está soprando a seu favor.

É simples. Quando o vento está soprando nessa parte traseira da embarcação, quer dizer que as correntes de ar estão ajudando a empurrar o barco ou o navio para frente, devido a ação dos ventos nas velas. Como isso faz com que a embarcação navegue com facilidade e mais rapidez, a expressão “de vento em popa” caiu como uma luva.

Diferentemente de quando o vento acaba soprando a proa – a parte frontal das embarcações em geral –, que faz com que o barco tenha grande dificuldade de se locomover.

O que muita gente acaba fazendo é confundir o termo “popa” com “poupa”, principalmente por conta da forma com que a última palavra é pronunciada. A expressão completa correta é “de vento em popa”.

Não é sempre que uma expressão náutica ganha tantos adeptos e passa a ser utilizada fora de seu ambiente tradicional. É comum vermos e ouvirmos as seguintes conversas em que a expressão é sempre utilizada:

  • Como estão os negócios?
  • Ah, eles vão de vento em popa!
  • Como vai a vida de casado?
  • Ótima! De vento em popa.
  • Você foi ao médico? Como está a saúde?
  • Tudo certo. De vento em popa!