Fachada: o que é, significado, definição e conceito

O que é fachada?

Em algum momento você com certeza já ouviu falar do termo “fachada” e se perguntou o que seria isso. Seu conceito é bastante simples e podemos dizer que se trata de todas as faces de um prédio ou casa.

Apesar disso muitas pessoas pensam que se trata apenas da parte da frente do imóvel, quando na verdade pode se referir a qualquer um dos lados externos. Se quiser se referir a parte da frente você pode usar o termo fachada frontal.

Vamos explicar um pouco mais sobre esse conceito, que pode ter sentido figurado além do visto na arquitetura:

O que é fachada? Faixada ou fachada?

Segundo o dicionário, quando falamos de arquitetura, a fachada se trata de qualquer lado de um edifício. Sua escrita correta é fachada e não faixada, sendo essa última considerada errada na língua portuguesa.

Sua origem é da palavra italiana facciata e por isso se escreve com ch e não com x, já que a tradução de palavras italianas para o português adotou o ch no lugar do cc.

Durante muito tempo foi usado o termo fachada para falar da parte externa frontal de um edifício, como vemos na frase “Estão pintando a fachada do meu prédio”. Apesar disso, dentro da arquitetura fachada faz referência as partes externas frontais, traseiras e laterais de um prédio, além dos corredores dos apartamentos, considerados fachadas secundárias.

Se usada no sentido figurado, a palavra fachada tem outro significado geralmente ligado a disfarçar ou encobrir. Por exemplo: “Aquele sorriso no rosto dela é apenas fachada” (no sentido de que é mentira, não é um sorriso verdadeiro). Ou “A padaria da esquina é um negócio de fachada” (que remete a ideia de que ocorre lavagem de dinheiro no local.)

Nesse texto vamos focar apenas na fachada no sentido arquitetônico.

Estilos de fachada

Existem vários estilos que podem fazer parte das fachadas dos edifícios e casas, inclusive porque está muito ligado a uma imagem que se quer transmitir com a obra:

Clássica

As fachadas clássicas são as mais comuns e geralmente apresentam cores claras, portas e janelas amplas e um toque de mais simplicidade, feitas de madeira ou alumínio. Os telhados são triangulares e são observadas colunas perto das janelas e da porta principal.

Rústica

Lembra muito as casas do campo e tem bastante madeira em sua composição. Até suas cores remetem a madeira. Transmite aconchego e segurança mesmo quando se encontra em uma grande cidade. Na pintura cores que lembram terra ou o amarelo-ouro, sempre dando a impressão de que não existe acabamento (textura de alto relevo).

Colonial

São projetos que lembram as casas do tempo do Brasil colônia, com janelas enormes e pintadas com cores mais claras. As colunas se destacam, mas atuam como sustentação do telhado.

Americana

Possuem telhados retos, com pouca ou nenhuma inclinação, suas portas e janelas são bem amplas e todas as suas características estão ligadas ao estilo moderno. Quanto a cor, o branco ganha espaço, já que não deve haver destaque na pintura e sim na construção em si.

Agora você já sabe o que é fachada e quais são os principais estilos arquitetônicos que podem ser adotados na construção de uma das faces de um edifício ou casa.