Sarcasmo: o que é, significado, conceito e definição

O que é Sarcasmo?

Sarcasmo tem origem do grego – sarkasmos ou sarkázein, sendo que sarx significa “carne” e asmo tem o significado de queimar. Literalmente, a palavra quer dizer “queimar a carne”, porém, aplica-se ao uso de zombaria ou escárnio. Para ser sarcasmo, é preciso ainda que o elemento ironia também esteja presente, com intenção mordaz quase cruel.

Dessa forma, quem sofre sarcasmo de outrem, em geral, tem a sua sensibilidade ferida. A origem da palavra – queimar a carne – estaria ligado ao fato de que, muitas vezes, as pessoas mordem os lábios quando alguém se dirige a elas com sarcasmo.

Além disso, a palavra se refere a uma figura de estilo, bastante usada nas artes orais e escritas, principalmente, na literatura e na oratória. Um dos melhores exemplos de representação do sarcasmo na literatura foi Fyodor Dostoievsky. O escritor defendia o uso do sarcasmo como recurso estilístico, definindo-o como “o último refúgio dos modestos e virtuosos quando a privacidade das suas almas é invadida vulgar e intrusivamente”.

O termo pode ser confundido com outras figuras de linguagem, como é o caso do humor negro, sendo que a diferença entre eles é que o segundo está mais direcionado à comédia. Com o cinismo, a diferença é que esse trata-se de uma corrente filosófica que pregava a abnegação dos bens materiais. Também está ligado à busca da verdade, de tal forma que o cínico diz o que pensa sem o artifício de eufemismos. Já a ironia é um comentário que designa exatamente o oposto daquilo que realmente se pretendia dizer.